Categorias
Uncategorized

SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

Energia e automação

A eletricidade é um agente de risco causador de muitos acidentes, não só com danos pessoais a trabalhadores, usuários e outras pessoas, mas também com prejuízos materiais.

“Estudos comprovam que a morte por descarga elétrica é a terceira causa de acidentes fatais no local de trabalho entre jovens trabalhadores, situando-se em 12% do total” explica o Engenheiro Eletricista da ProfiengAdriano Masson.

Devido a esses fatos, é necessário que trabalhos em eletricidade sejam executados com a utilização de procedimentos específicos de segurança, aliados a um intenso programa de treinamento em conformidade com uma assumida política de segurança do trabalho nas empresas.

A Norma Regulamentadora NR-10 discorre sobre atividades na área elétrica, estabelecendo critérios de segurança para todos aqueles que trabalham em suas diversas fases, como geração, transmissão, distribuição, e consumo de energia elétrica na condição de empregados diretos, contratados, ou até mesmo usuários.

Em todas as intervenções em instalações elétricas devem ser adotadas medidas preventivas de controle do “risco” elétrico e de outros “riscos adicionais”, mediante técnicas de análise de risco, de forma a garantir a segurança e saúde no trabalho.

As medidas de controle adotadas devem integrar-se às demais iniciativas da empresa, no âmbito da preservação da segurança, saúde e do meio ambiente do trabalho.

As empresas estão obrigadas a manter esquemas unifilares atualizados das instalações elétricas dos seus estabelecimentos com as especificações do sistema de aterramento e demais equipamentos e dispositivos de proteção.

Os estabelecimentos com carga instalada superior a 75 kW devem constituir e manter o “Prontuário de Instalações Elétricas”, contendo os principais quesitos:

  • Procedimentos e instruções técnicas e administrativas de segurança e saúde, implantadas e relacionadas a NR-10 e descrição das medidas de controle existentes;
  • Documentação das inspeções e medições do sistema de proteção contra descargas atmosféricas e aterramentos elétricos;
  • Especificação dos “Equipamentos de Proteção Coletiva, Individual e Ferramental”, aplicáveis, conforme determina a norma;
  • Documentação comprobatória da qualificação, habilitação, capacitação, autorização dos trabalhadores e dos treinamentos realizados;
  • Resultados dos testes de “Isolação Elétrica” realizados em equipamentos de proteção individual e coletiva;
  • Certificações dos equipamentos e materiais elétricos aplicados em “áreas classificadas” e relatório técnico das inspeções atualizadas com recomendações, cronogramas de adequações.

A Profieng preocupa-se com a segurança e saúde de seus colaboradores assim como trabalha no âmbito de assegurar seus clientes a estarem atualizados com as questões normativas a que se refere a NR-10

Email

profieng@profieng.com.br

Telefone/WhatsApp

(16) 99616-5382 / (16) 99617-1675 / (16) 3443-8516

Endereço

Rua Padre Manoel Bernardes 1607 - Jardim Bela Vista - Ribeirão Preto - SP - Brasil

© Desenvolvido por @rodrigoclarodesigner. Todos os direitos reservados.

Categorias
Uncategorized

Quanto custa um sistema de energia solar?

Energia e automação

O Brasil é um país com grande incidência solar, pois esta atinge a terra por mais de duas mil horas por ano. A Região do Nordeste, por exemplo, tem um ótimo potencial para geração de energia fotovoltaica, pois recebe uma incidência média diária de luz que varia o equivalente a 4,5 a 6 kWh. Hoje vamos abordar nesse artigo quanto custa um sistema de energia solar.

Primeiramente, vamos explicar como funciona um sistema de energia solar. A energia de uma sistema solar é produzida pelo contato da luz com os módulos fotovoltaicos. Ela é levada até o inversor, que transforma esta energia naquela que utilizamos em nossos eletrodomésticos, e joga na nossa rede elétrica. Por isso, estas duas partes (módulos e inversor) são as partes mais importantes do sistema. A energia gerada desta forma tem uma fração dela consumida na hora, pelas lâmpadas, eletrodomésticos e máquinas ligados no momento. Seu excedente é enviado para a rede da distribuidora, que fornece créditos para a unidade consumidora abater na sua conta de luz. Quando chega a noite, e a geração de energia é interrompida pela falta de luz solar, utilizamos estes créditos gerados durante o dia para o abatimento da energia consumida no período.

Os sistemas têm sua potência calculada de modo que o cliente pague apenas a taxa de disponibilidade. Esta compensação de créditos é feita de maneira automática na hora da emissão da conta de luz. Portanto, tecnicamente não há “armazenamento” de energia. O excedente é transformado em créditos junto à distribuidora e convertido em economia para o proprietário do sistema.

Com intuito de te informar quanto aos preços, assim evitando surpresas, fizemos uma pesquisa de mercado em Janeiro de 2018. O custo de um sistema de energia solar fotovoltaico depende principalmente da quão complexo é a instalação e do tamanho do equipamento que será necessário. A grande variação de preço entre os fornecedores é relacionada à: qualidade dos componentes utilizados; o tamanho da empresa, pois empresas maiores tem mais poder de compra e por isso compram mais barato; complexidade da instalação.

Observação: Estes preços são aproximados, com instalação e projeto, assumindo a utilização de componentes de qualidade.

Uma pesquisa feita junto a 4500 empresas que oferecem esse tipo e serviço, constatou em Julho de 2018 que, temos os seguintes preços médios dos geradores de energia solar, já incluso o projeto, a instalação, o equipamento completo e a homologação:

Preço de Usinas de Energia Solar Fotovoltaica:
• 5MW – R$17.5 a 20 milhões.
• 30MW – R$105 a 120 milhões.

Preço Médio da Energia Solar Fotovoltaica para Comércios e Indústrias:
• Sistema de 15.84Kwp preço de R$ 75.308,73
• Sistema de 18.81Kwp preço de R$ 85.570,00
• Sistema de 22.44Kwp preço de R$ 98.674,00
• Sistema de 26.40Kwp preço de R$ 106.503,40
• Sistema de 53.46Kwp preço de R$ 204.955,00
• Sistema de 66.00Kwp preço de R$ 245.511,00
• Sistema de 75.24Kwp preço de R$ 284.780,00
• Sistema de 102.30Kwp preço de R$ 378.850,00
• Sistema de 204,60Kwp preço de R$ 726.350,00
• Sistema de 306,90Kwp preço de R$ 1.130.200,00
Preço Médio da Energia Solar Fotovoltaica Residencial:
• Casa pequena, de 2 pessoas = Sistema de 1.32Kwp preço de R$ 10.673,36
• Casa média, de 3 a 4 pessoas = Sistema de 2,64Kwp preço de R$ 17.570,00
• Casa média, 4 pessoas = Sistema de 3,3Kwp preço de R$ 20.320,00
• Casa grande, 4 a 5 pessoas = Sistema de 4,62Kwp preço de R$ 25.695,00
• Casa grande, 5 pessoas = Sistema de 6,6Kwp preço de R$ 32.410,00
• Mansões, mais de 5 pessoas = Sistemas de até 10,56Kwp preço de R$ 52,240,00

Os módulos têm vida útil estimada entre 25 e 30 anos para uma geração aceitável de energia. Inclusive, todos do mercado têm, atualmente, garantia de fábrica de 25 anos para geração de pelo menos 80% de seu potencial. Os inversores, por sua vez, têm uma vida estimada entre 12 e 15 anos, necessitando sua troca na metade do tempo de duração de um sistema.

Hoje um sistema solar residencial se paga entre 4 e 6 anos, portanto se levarmos em consideração os seus 30 anos estimados de funcionamento, teremos entre 24 e 26 anos de pura economia. Hoje o solar já é mais rentável do que muitos outros investimentos como, por exemplo, a famosa caderneta de poupança, trazendo um retorno maior ao investidor, afinal de contas poupança rende em média 5% ao ano, já a energia solar fotovoltaica te retorna entre 8% e 18% ao ano.

Embora as pessoas pesem que o preço da energia solar fotovoltaica é elevado, se comparada como outros investimentos o preço da energia solar é barato. Um exemplo disso é comparar o custo de um carro com o de investir em energia solar.

Carro: Vamos supor que você queira comprar um carro 0 Km de R$ 60.000,00. Você vai ter um custo no primeiro ano ( sem contabilizar o gasto com gasolina) de aproximadamente:
R$ 1800 (IPVA),
R$ 2000 (Seguro),
R$ 700 (primeira revisão)
R$ 8.000 (depreciação).
Total de custo no primeiro ano de R$ 12.500.

ENERGIA SOLAR: Você investe R$22.000,00 em um sistema fotovoltaico de 3.3kWp (apx).
Economia no Primeiro ano R$ 4.000,00
Gasto com manutenção no primeiro ano R$ 0
Total de ganho: R$ 4.000,00

Ou seja, se você quer economizar dinheiro e esta pensando em comprar um carro novo,  é melhor que você compre um carro de R$38.000 e invista  R$ 22.000 em um sistema fotovoltaico.

Além disso, a energia solar valoriza a sua casa, afinal de contas uma casa com um sistema de energia solar é muito superior a qualquer outra casa sem esse mesmo mecanismo, pois a sua gera a própria energia, sem que seja necessário gastar normalmente com a conta de luz.

Atualmente, a matriz energética brasileira é sustentada, em sua maioria, pelas hidrelétricas e termoelétricas, que causam impacto ao meio ambiente, possuem alto custo de geração e envolvem muitas perdas energéticas.
A geração fotovoltaica busca sustentabilidade ao utilizar uma fonte limpa de geração de energia, trazer uma energia mais barata e, principalmente, otimizar a geração de energia na matriz energética brasileira.

Email

profieng@profieng.com.br

Telefone/WhatsApp

(16) 99616-5382 / (16) 99617-1675 / (16) 3443-8516

Endereço

Rua Padre Manoel Bernardes 1607 - Jardim Bela Vista - Ribeirão Preto - SP - Brasil

© Desenvolvido por @rodrigoclarodesigner. Todos os direitos reservados.

Categorias
Uncategorized

Geração de Energia por Biomassa

Energia e automação

Geração de Energia por Biomassa, neste artigo entenda mais sobre esse assunto.

O que é Biomassa?

Biomassa é toda matéria orgânica de origem vegetal ou animal, que possa ser transformada em energia mecânica, térmica ou elétrica, ou seja, através de alguns materiais é possível gerar energia para uma determinada necessidade.

Tem sito muito utilizado nos últimos anos em função das preocupações relacionadas às fontes de energia. A biomassa como geração de energia vem tendo cada vez mais representatividade no Brasil. Do ponto de vista da ecologia, biomassa é a quantia total de matéria viva presente num ecossistema ou em uma população animal ou vegetal.

A biomassa conta com recursos naturais renováveis, contratiamente aos combustíveis fósseis.

Materiais em destaque que são usados para gerar energia

Entre os materiais como recursos, a cana-de-açúcar é um recursos com grande potencial, dentre as fontes de biomassa, para geração de eletricidade no país, utilizando o bagaço e a palha.

  • A lenha é muito utilizada para produção de energia por biomassa – no Brasil, já representou 40% da produção energética primária. A grande desvantagem é o desmatamento das florestas, porém, vale destacar que existe a possibilidade de utilizarmos a floresta plantada evitando assim a utilização de florestas nativas.
  • Cana-de-açúcar – no Brasil, diversas usinas de açúcar e destilarias estão produzindo metano a partir da vinhaça. O gás resultante está sendo utilizado como combustível para o funcionamento de motores estacionários das usinas e de seus caminhões. O equipamento onde se processa a queima ou a digestão da biomassa é chamado de biodigestor. Numa destilaria com produção diária de 100.000 litros de álcool e 1.500 m³ de vinhaça, possibilita a obtenção de 24.000 m³ de biogás, equivalente a 247,5 bilhões de calorias. O biogás obtido poderia ser utilizado diretamente nas caldeiras, liberando maior quantidade de bagaço para geração de energia elétrica através de termoelétricas, ou gerar 2.916 kW de potência, suficiente para suprir o consumo doméstico de 25.000 famílias;
  • Serragem (ou serrim, ou ainda serradura);
  • Papel já utilizado;
  • Galhos e folhas decorrentes da poda de árvores em cidades ou casas;
  • Embalagens de papelão descartadas após a aquisição de diversos eletrodomésticos ou outros produtos;
  • Casca de arroz;
  • Capim-elefante;
  • Lodo de ETE: Especialmente os provenientes do processo de lodos ativados amplamente utilizados na indústria têxtil;

Produtos derivados da biomassa

Alguns exemplos de produtos derivados da biomassa são:

  • Bio-óleo: líquido negro obtido por meio do processo de pirólise cujas destinações principais são aquecimento e geração de energia elétrica.
  • Biogás: metano obtido juntamente com dióxido de carbono por meio da decomposição de materiais como resíduos, alimentos, esgoto e esterco em digestores de biomassa.
  • Etanol celulósico: etanol obtido alternativamente por dois processos. Em um deles a biomassa, formada basicamente por moléculas de celulose, é submetida ao processo de hidrólise enzimática, utilizando várias enzimas, como a celulase, celobiase e β-glicosidase. O outro processo é composto pela execução sucessiva das três seguintes fases: gasificação, fermentação e destilação.
  • Bioetanol “comum”: feito no Brasil à base do sumo extraído da cana de açúcar (caldo de cana). Há países que empregam milho (caso dos Estados Unidos) e beterraba (da França) para a sua produção. O sistema à base de cana-de-açúcar empregado no Brasil é mais viável do que o utilizado pelo americano e francês.
  • Biogasolina: substituta da gasolina, produzida de matéria-prima vegetal (açúcar, celulose, etc.).
  • Biodiesel: éster produzido com óleos vegetais como do dendê, da mamona, do sorgo e da soja, etc.
  • Óleo vegetal: Pode ser usado em motores diesel usando a tecnologia Elsbett.
  • Lenha: Forma mais antiga de utilização da Biomassa.
  • Carvão vegetal: Sólido negro obtido pela carbonização pirogenal da lenha ou carbonização hidrotermal.
  • Turfa: Material orgânico, semi decomposto encontrado em regiões pantanosas.
  • Gás pobre (gás de síntese): produzido por gasogênios que realizam a combustão controlada e parcial de biomassa.

Vantagens da utilização da Biomassa

  • É uma energia renovável;
  • É pouco poluente, não emitindo dióxido de carbono (de acordo com o ciclo natural de carbono neutro);
  •  
  • A biomassa sólida é extremamente barata, sendo as suas cinzas menos agressivas para o ambiente;
  • Verifica-se uma menor corrosão dos equipamentos (caldeiras, fornos, etc.);
  • A não emissão de dióxido de enxofre, tão poluente ao meio ambiente;
  • Menor risco ambiental;
  • As emissões não contribuem para o efeito estufa.

Desvantagens da utilização da Biomassa

  • Desflorestação de florestas, além da destruição de habitats;
  • Possui um menor poder calorífico quando comparado com outros combustíveis;
  • Os biocombustíveis líquidos contribuem para a formação de chuvas ácidas;
  • Dificuldades no transporte e no armazenamento de biomassa sólida;
  • Custo elevado na aquisição de equipamentos industriais;
  • Maior possibilidade de geração de material, particulado na atmosfera. Isto significa maior custo de investimento para caldeira e equipamentos de remoção de material particulado lançado no meio ambiente;
  • Dificuldade na estocagem e no armazenamento dos resíduos.

Neste artigo procurei abordar este assunto da Biomassa que vem crescendo e sendo estudado no Brasil e no Mundo. Caso você possua uma dúvida estou à disposição.

Email

profieng@profieng.com.br

Telefone/WhatsApp

(16) 99616-5382 / (16) 99617-1675 / (16) 3443-8516

Endereço

Rua Padre Manoel Bernardes 1607 - Jardim Bela Vista - Ribeirão Preto - SP - Brasil

© Desenvolvido por @rodrigoclarodesigner. Todos os direitos reservados.

Categorias
Uncategorized

Efeito do coronavírus no setor de energia renovável

Energia e automação

Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde classificou oficialmente o Covid-19 (coronavírus) como uma pandemia e as empresas de energia estão sentindo a tensão.

Tanto os projetos de energia renovável quanto as operações convencionais de energia sentiram a pressão das cadeias de suprimentos globais, que atualmente estão sendo limitadas em um esforço global para combater e conter a propagação do vírus.

Muitos fabricantes de turbinas eólicas e seus componentes críticos estão baseados na Ásia, como a Goldwind na China, bem como produtores de painéis fotovoltaicos e baterias (principalmente lítio).

A discrição do mercado em trazer produtos das áreas afetadas sofreu uma força significativa na importação desses materiais e peças – o preço das baterias caiu 60% , devido à concentração do setor na Ásia.

Restringindo a cadeia de suprimentos global

De fato, o vírus pode ter um efeito prejudicial no progresso das energias renováveis ​​como um todo.

Enquanto isso, os projetos solares nos EUA estão sendo desacelerados, com alguns considerando o cancelamento como a única posição econômica viável na sequência de circunstâncias imprevisíveis.

Tomando medidas para mitigar o problema

Com o fim do vírus atualmente fora de vista, as empresas de energia precisarão tomar medidas decisivas para garantir que possam cumprir as metas e continuar as operações o mais próximo possível do “normal”.

A publicação de análise jurídica JD Supra recomenda as seguintes ações:

  • Mantenha a comunicação com fornecedores críticos e planeje estrategicamente contingências.

  • Faça contratos de compra e fornecimento para determinar quando os direitos de ‘força maior’ se aplicam.

  • Lembre-se sempre das restrições específicas da jurisdição em que você está operando.

  • Acompanhe de perto as demandas dos clientes.

  • Esteja disposto a realocar quantidades de materiais escassos.

  • Faça apólices de seguros corporativos.

Além disso, com medidas de isolamento social e quarentena, a força de trabalho que auxilia a construção provavelmente também sofrerá interrupções.

Email

profieng@profieng.com.br

Telefone/WhatsApp

(16) 99616-5382 / (16) 99617-1675 / (16) 3443-8516

Endereço

Rua Padre Manoel Bernardes 1607 - Jardim Bela Vista - Ribeirão Preto - SP - Brasil

© Desenvolvido por @rodrigoclarodesigner. Todos os direitos reservados.

Categorias
Uncategorized

Entendendo mais sobre a energia solar.

Energia e automação

O que são painéis solares?

Os sistemas de eletricidade do painel solar, também conhecidos como fotovoltaicos (PV), capturam a energia do sol usando células fotovoltaicas.

Essas células não precisam da luz solar direta para funcionar – elas ainda podem gerar eletricidade em um dia nublado.

As células convertem a luz do sol em eletricidade, que pode ser usada para alimentar eletrodomésticos e iluminação.

Como funcionam as células dos painéis solares (PV)?

As células fotovoltaicas são feitas de camadas de material semicondutor, geralmente silício.

Quando a luz brilha na célula, cria um campo elétrico através das camadas. Quanto mais forte o sol, mais eletricidade é produzida.

Grupos de células são montados juntos em painéis ou módulos que podem ser montados no seu telhado ou no chão.

A potência de uma célula fotovoltaica é medida em quilowatts de pico (kWp). Essa é a taxa na qual ela gera energia com desempenho máximo sob a luz direta do sol durante o verão.

As células fotovoltaicas vêm em uma variedade de formas e tamanhos. A maioria dos sistemas fotovoltaicos é composta de painéis que se encaixam em um telhado existente, mas você também pode instalar painéis solares.

Email

profieng@profieng.com.br

Telefone/WhatsApp

(16) 99616-5382 / (16) 99617-1675 / (16) 3443-8516

Endereço

Rua Padre Manoel Bernardes 1607 - Jardim Bela Vista - Ribeirão Preto - SP - Brasil

© Desenvolvido por @rodrigoclarodesigner. Todos os direitos reservados.

Categorias
Uncategorized

Projetos para Painéis Elétricos

Energia e automação

Os painéis elétricos são conhecidos pelas suas diversas funções que trazem vários benefícios ao processo de trabalho de uma indústria, como por exemplo a possibilidade de monitoramento da distribuição de energia elétrica. Estes importantes equipamentos podem ser adquiridos ao solicitar um projeto de painéis elétricos em uma empresa especializada.

Eles normalmente são construídos em estruturas metálicas, capazes de resistir a impactos elétricos, mecânicos e térmicos, com uma longa vida útil, desde que recebam a manutenção correta. Empresas especializadas em engenharia elétrica oferecem painéis de todos os tipos, adequados para cada necessidade.

Os projetos de painéis elétricos são serviços cruciais para indústrias de todos os segmentos. O painel elétrico pode ser de controle, comando, distribuição e sinalização, conforme a aplicação necessária. De forma geral, esses painéis consistem em compartimentos modulares com vários dispositivos eletrônicos alocados em seu interior.
Há variadas aplicações para projetos de painéis elétricos. Os painéis de controle costumam ser utilizados para operar máquinas e equipamentos múltiplos. O controle é definido de acordo com a exigência do sistema, sem um padrão pré-estabelecido. Já os painéis de distribuição permitem que circuitos individuais possam extrair energia a partir de disjuntores independentes. Para a montagem, são utilizadas chaves eletrônicas, inversores, contatores e outros dispositivos específicos.

Apesar de o controle do modo como a energia elétrica é disseminada pelas máquinas de uma indústria, com a possibilidade de um monitoramento, seja a principal meta procurada nestes equipamentos, no momento de se buscar um projeto de painéis elétricos, há outras funções que estes podem apresentar, como a possibilidade de automação dos serviços exercidos pelas máquinas. Entretanto, pra ter total segurança e eficiência, é necessário tomar algumas precauções com o projeto.

Todo projeto de painéis elétricos tem a obrigação de seguir certas normas técnicas, que garantirão o funcionamento dos painéis, para que estes ocorram de forma segura e não prejudiquem o utilizador do equipamento. Além disso, é necessário que o processo de montagem de tais utensílios seja feito com materiais de uma boa durabilidade. Infelizmente, nem todas as empresas que oferecem o serviço de projeto de painéis elétricos possuem tais precauções. O melhor é optar por um trabalho confiável como a da Profieng.

A empresa que realiza projetos de painéis elétricos também deve preservar a segurança e integridade de todos, portanto os projetos são realizados seguindo rigorosas medidas de segurança para que a instalação não apresente nenhum risco para as pessoas. Essa atenção durante a realização dos projetos de painéis elétricos também assegura que toda a instalação funcione de maneira eficiente, fator que certamente irá aumentar a produtividade do cliente, além da economia em custos que o projeto também pode proporcionar.

Versáteis e totalmente adaptáveis, os projetos de painéis elétricos são elaborados de acordo com a solicitação dos clientes, característica que permitem um nível de personalização que irá implicar diretamente no resultado final do serviço. Quem solicita o projeto de painéis elétricos, tem o dever de apresentar à empresa contratada todas as características do local onde o painel será instalado. Quando se apresenta todas as características do local onde ocorrerá a instalação dos painéis elétricos, a empresa contratada consegue elaborar um projeto de painel elétrico que melhor  adequa-se  ao local, atendendo todas os requisitos buscados pelo cliente.

Os projetos de painéis elétricos geralmente são solicitados para garantir que a energia do local seja utilizada de maneira inteligente, o que consequentemente irá implicar na economia do consumo de energia. Por essa razão, a empresa que realiza os projetos de painéis elétricos conta com profissionais qualificados e experientes para buscar ideias e soluções que melhor se adaptam e ofereçam a melhoria que o cliente busca para suas instalações.

Há inúmeras vantagens em contratar projetos de painéis elétricos de empresas especializadas. Somente técnicos competentes e experientes podem elaborar o projeto para qualquer tipo de painel, com o objetivo de otimizar os processos e trazer o conceito de automação para a linha de produção.

O resultado é muito mais eficiência para a indústria, que ganha em produtividade, rentabilidade e redução de tempo e custo. Além disso, o custo-benefício do serviço é excelente, principalmente em longo prazo pelo retorno do investimento.

Elaborados com o intuito de garantir que a montagem e instalação sejam realizadas da melhor maneira possível, os projetos de painéis elétricos são medidas importantes e cruciais para a empresa que deseja ter um equipamento que funcione corretamente.

Os projetos de painéis elétricos são elaborados de maneira detalhada, levando em conta o local, o tipo de painel e a sua finalidade, a fim de que a empresa prestadora do serviço ofereça a solução perfeita de acordo com as informações levantadas.

Email

profieng@profieng.com.br

Telefone/WhatsApp

(16) 99616-5382 / (16) 99617-1675 / (16) 3443-8516

Endereço

Rua Padre Manoel Bernardes 1607 - Jardim Bela Vista - Ribeirão Preto - SP - Brasil

© Desenvolvido por @rodrigoclarodesigner. Todos os direitos reservados.